Especial: Você realmente conhece Marilyn Monroe? Parte I

30 jun

Hoje revirando as postagens do meu tumblr (lost in noise) notei a quantidade gigantesca de ‘quotes‘ relacionados à Marilyn Monroe, e então surgiu a ideia para mais esse post. Bom, decidi me perguntar e também perguntar à algumas amigas o que realmente sabemos sobre Marilyn e encontrei a seguinte resposta: sinceramente, nada. É claro, todas sabemos que Marilyn foi um símbolo sexual na década de 50 mas, o que mais? Pois bem, essa postagem veio para responder essa questão, na verdade essas postagens, no plural, já que esse especial será dividido em 3 partes. Então vamos lá?

Norma Jeane Mortensen nasceu em Los Angeles – California em 1 de junho de 1926, sendo filha de Gladys Pearl Monroe e sem o pai biológico realmente identificado, porém, com fortes suspeitas para Charles Stanley Gifford. Marilyn recebeu em sua certidão de nascimento o registro de Martin Edward Mortensen como seu pai, mas obviamente apenas na certidão, já que Martin conheceu a mãe de Marilyn já gravida. Gladys, mãe de Marilyn era editora de filmes, mas tinha graves problemas psicológicos assim sendo internada em um hospício. Marilyn então cresceu na casa de parentes, e casou pela primeira vez aos 16 anos com Jimmy Dougherty em 1942, e se separaram em 1946, já que o marido não aceitava que a moça se tornasse atriz. Assim foi contratada oficialmente pela Twentieth Century Fox, com um salário de 125 dólares por semana. Pouco tempo depois, tingiu seu cabelo de loiro claríssimo, já que era morena, e mudou seu nome artisticamente para Marilyn Monroe. Monroe era o sobrenome da sua avó materna e Marilyn o nome mais chique da época.

Tinha 1,67 metros de altura, 94 centímetros de busto, 61 cm de cintura e 89 cm de quadril. Apesar de sua beleza deslumbrante, suas curvas e lábios carnudos, Marilyn era mais do que um símbolo sexual da década de 50. Sua aparente vulnerabilidade e inocência, junto com sua inata sensualidade, a tornaram querida no mundo inteiro. Ao mesmo tempo que era uma menina frágil e inocente, era uma mulher dominante e irresistivelmente sedutora, rs.

Ao todo, Marilyn participou de 30 filmes, sendo o primeiro uma participação não creditada em “The Shocking Miss Pilgrim / Sua Alteza, a Secretária” em 1947, de George Seaton. Porém, foi em “Niagara/Torrentes de Paixão” em 1953, de Henry Hathaway, que a moça realmente se tornou uma estrela

Depois disso, Marilyn subiu ao altar mais duas vezes, com o jogador de beisebol Joe DiMaggi em 1954 se separando no mesmo ano, e com o o dramaturgo Arthur Miller em 1956 se separando em 1961.

Se engana quem pensa que Marilyn ficou tão conhecida apenas por sua beleza e seus papéis no cinema. Marilyn também foi amante do presidente John F. Kennedy, muito antes mesmo de ele entrar na Casa Branca. O caso entre eles teve início depois de seu divórcio de Joe di Maggio e continuou enquanto ela esteve casada com Arthur Miller, safadinha.

Muitos acreditam que esse envolvimento teve a ver com sua morte na manhã de 5 de agosto de 1962, quando a moça tinha 36 anos. Marilyn faleceu enquanto dormia em sua casa em Brentwood, na Califórnia.  A versão oficial da causa da morte de Marilyn foi overdose pela ingestão de Barbitúricos, porém o mistério continuou já que, uma ambulância foi vista esperando fora da casa dela antes que a empregada desse o alarme. As gravações de seus telefonemas e outras evidências desapareceram. O relatório da autópsia foi perdido. Toda a documentação do FBI sobre sua morte foi suprimida e os amigos de Marilyn que tentaram investigar o que acontecera receberam ameaças de morte. Há suspeitas fortíssimas de que Marilyn foi sufocada até a morte pela máfia, um grupo terrorista que assassina pessoas. Eles tinham ligação com Keneddy e ele era amante há anos de Marilyn, como já dito, assim a máfia pode ter descoberto esse envolvimento e como precaução, já que Marilyn poderia saber da máfia, eles a assassinaram, para que ela não denunciasse a polícia que esse grupo terrorista.

Assim o corpo Norma Jeane Mortensen ou para o mundo, Marilyn Monroe foi velado em 8 de agosto de 1962, no Corridor of Memories, nº 24, no Westwood Memorial Park em LA.

  • Bom, a primeira parte terminou. Grandinha? Acreditem, isso foi um bom resumo, rs. Mas vocês leitoras que estão interessadas pela história de Marilyn, as próximas duas partes serão um pouco menores, fiquem tranquilas. Aguardem!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: